- Será que eu posso sentar? – ele perguntou, mas não respondi. Então ele se sentou e me puxou pra junto dele.
– Sai ! – ele me soltou. – Será que pelo menos com o meu filho eu posso falar? – ele perguntou rindo, colocando a mão na minha barriga. Não disse nada apenas deixei.
– E ai meu garoto. – ele beijou minha barriga.
– Garota! – ele me olhou frustrado, mas continuou.
– Sua mãe tá brava comigo… Mas eu não fiz por querer é que tem hora que ela é muito chata. – dei um tapa na cabeça dele. – Ela também não quer falar comigo então, faz um favor? – o olhei sem entender ele estava mesmo falando com o neném. – Pergunta pra ela se ela quer casar comigo?

Qual a dificuldade??

yourocksme